• (11) 2574-5273

abril 2016

Qfit > 2016 > abril
29 abr

Dica para os iniciantes na corrida

by Diego Gomes |abr 29, 2016 |0 | Sem categoria

A cada dia novos corredores começam a testar suas passadas pelas ruas e pistas por aí. Mas muita gente acredita que só calçar um par de tênis e colocar as pernas para correr, sem antes procurar uma orientação adequada, o que a longo prazo pode trazer mais problemas que benefícios. Todo corredor de primeira viagem precisa de informação e orientação para saber como fugir das lesões, problemas ou imprevistos, o que tornará a prática duradoura, prazerosa e benéfica para o corpo e a mente. Assim buscamos alguns conselhos com o medico Sérgio Maurício, que é maratonista, ortopedista e membro titular da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte e Exercício, também conhecido como Dr. Corrida.

 

“Em geral recomendo que a pessoa inicie com três treinos semanais de 30 minutos, alternando os dias para que a musculatura recupere. Dar pequenas caminhadas durante a corrida também evita que a musculatura entre em fadiga, evitando lesões”, aconselha o especialista. Se você começou há pouco tempo, a sugestão é aumentar 10% do volume semanal de corrida a cada uma ou duas semanas, aconselha o médico. “Porém cada um tem um corpo, uma meta e uma história em diferentes esportes, por isso o ideal é alinhar treino e dieta com profissionais adequados e não insistir no exercício na presença de dores”, ressalta o Dr. Corrida, que a seguir dá três dicas básicas para o corredor iniciante fugir das lesões.

 

1 –Procure um professor experiente no assunto “ É comum corredores iniciantes calçarem aquele par de tênis novinho em folha e saírem correndo por aí, sem freio, sem planejamento e sem os descansos necessários. São esses pequenos erros que causam a maioria das lesões nesse esporte” comenta o médico.

 

2 – Faça uma dieta adequada e jamais prive seu organismo de algum nutriente. Quem corre precisa de energia e de comida de verdade. Dietas restritivas fazem mal á saúde e aumentam as chances de tendinites, lesões musculares e fraturas por estresse.

 

3 – Aprenda a ouvir o seu corpo. As dores, incômodos e outras sensações não podem ser negligenciadas, pois são sinais que o organismo envia para que você cuide dele. Se está sentindo dores, não insista, procure um médico.

 

fonte: www.educacaofisica.com.br

8 abr

Homem e sendentarismo, uma união perigosa

by Diego Gomes |abr 8, 2016 |0 | Sem categoria

Seu abdomen é um bom parâmetro para você saber se está saudável, homens que ultrapassam os 102 cm de circunferência abdominal devem prestar mais atenção, pois o acumulo de gordura na região da cintura tem relação direta com a disposição do tecido adiposo no interior da cavidade abdominal, característica relacionada ao aumento de mortalidade geral.

Se você se enquadra neste parâmetro abdominal, é bom começar a se exercitar. Exercícios físicos tem impacto direto na redução de gordura corporal, que está relacionada com níveis elevados de pressão arterial e com a ação do hormônio masculino, resultando em maior disposição, libido e até melhora no desempenho sexual.

Treinos regulares melhoram a frequência dos batimentos cardíacos e a circulação sanguínea, combate a depressão e ansiedade, controla diabetes e osteoporose além das doenças cardiovasculares. A hipertensão – no caso dos homens – além de provocar infarto e AVC está entre as causas da disfunção erétil, comum aos homens com mais de 40 anos quando há disfunção de testosterona no organismo.

Mas lembre-se antes de iniciar qualquer atividade física faça uma avaliação médica, e comece de acordo com suas limitações seu corpo precisa se acostumar com as atividades e isso vai acontecer gradativamente.